Por que você não consegue se envolver

Nunca tivemos nada.Já tivemos algo.Ele é meu namorado.Ele é meu noivo.Ele é meu marido.Ele é meu ex.Continuar.

Estar em um relacionamento parece algo simples, no entanto, algumas pessoas têm dificuldade de se envolver em um compromisso mais sério.

Como se sempre que conhecessem alguém com quem valesse a pena se envolver, algo desse errado e as coisas não fossem para frente.

Vários fatores interferem no fato de conseguir ou não começar um relacionamento sério, desde decepções amorosas anteriores até mesmo problemas de autoestima!


Descubra nesse artigo alguns fatores que podem explicar a razão de você não conseguir se envolver a sério com alguém…

Por que você não consegue se envolver

Por que você não consegue se envolver

O amor exige envolvimento

Situações anteriores não resolvidas

Talvez você ainda tenha alguma pendencia com seu último amor, tenha ele sido seu namorado ou apenas um ficante…

Pode ter sido uma relação que nunca teve um término efetivo ou que te deixou confusa sobre se estavam namorando ou eram apenas amigos coloridos!

Como resultado dessas situações não resolvidas, é provável que você ainda pense no ex e talvez tenha esperanças de reatar e tentar de novo…

E se há algo não resolvido, mesmo que seja algo que você tenha que resolver consigo mesma, é melhor dar tempo ao tempo e esperar um pouco antes de se envolver com outra pessoa!

Traumas de amor

Você viveu uma relação tão complicada que acabou trazendo um trauma consigo…

Em outras palavras, passou a ter medo de se relacionar novamente!

Com isso, sempre que aparece alguém interessante, você mesma acaba se sabotando, acreditando que as coisas vão dar errado novamente ou que não merece um novo amor.

Nesse caso, dependendo do que aconteceu anteriormente é interessante procurar ajuda psicológica…

Além disso, experimente ver as coisas de um jeito mais positivo e pare de tentar encontrar padrões cada vez que conhecer alguém!

Baixa autoestima

Antes de nos permitirmos amar é preciso gostar de nós mesmos…  É preciso olhar no espelho e gostar de quem você vê refletido!

Quem sofre de baixa autoestima costuma estar constantemente se depreciando e querendo que o outro supra a necessidade de se amar…

Como resultado disso, a insegurança, a carência e até mesmo a agressividade ficam mais evidentes, afastando os bons pretendentes e atraindo pessoas que normalmente não buscam algo mais sério ou querem apenas brincar com seus sentimentos!

Ansiedade demais por algo sério

Pode ser que você seja naturalmente ansiosa ou sofra de algum distúrbio ligado a isso, mas em se tratando de relacionamentos isso se torna mais evidente.

Você tem como meta de vida encontrar um parceiro legal para um relacionamento sério, tanto que já cansou de apenas ficar ou se envolver em amizades coloridas.

Enquanto não está interessada por ninguém as coisas correm normais, você vive normalmente, beija algumas bocas, conhece novas pessoas.

Até que seu coração bate mais forte por aquele carinha especial e toda a sua vontade de se envolver em algo mais sério vem a tona.

O resultado é que você acaba não conseguindo aproveitar o momento, querendo sempre apressar as coisas e colocando muita pressão na outra parte.

Pode-se até dizer que falta muito pouco para você mandar a pergunta: “Quando vamos oficializar nosso namoro?”

Aí ele foge e as coisas mal tinha começado.

Busca por alguém perfeito

É preciso ter em mente que você nunca irá encontrar alguém perfeito, que atenda a cem por cento de suas expectativas.

Afinal, todos temos defeitos.

No entanto, se você busca por perfeição acaba afastando os possíveis pretendentes por nunca conseguir ver suas qualidades.

Como se ele tivesse apenas defeitos e apenas isso ficasse evidente.

O Segredo Inusitado Para Despertar Uma Tempestade de Desejo Apaixonado Na Mente do Homem Que Você Ama: (clique aqui para assistir ao vídeo)

E acredite, não tem nada mais chato do que alguém que fica o tempo todo evidenciando os seus defeitos e te colocando para baixo.

 


4.4/5 - (5 votes)

Gostou do artigo? Conte sua história nos comentários: