Por que aceitamos ser enganados quando amamos?

Nunca tivemos nada.Já tivemos algo.Ele é meu namorado.Ele é meu noivo.Ele é meu marido.Ele é meu ex.Continuar.

Quantas vezes você já não ouviu casos de pessoas que sabem que estão sendo traídas ou enroladas e que ainda assim decidem continuar investindo no relacionamento? Muitas não.

[sc:calculadora ]

E vendo a situação de fora para você pareceu muito lógico que o melhor a fazer era por um ponto final nessa história e virar a página.


Até tentou aconselhar o amigo que estava passando por isso mostrando claramente por que não vale a pena seguir investindo na ficada ou no namoro. Ainda assim a pessoa optou por continuar o relacionamento.

Algumas pessoas têm medo de lidar com o fim de um relacionamento, inclusive, a própria ideia do fim as assusta. E várias podem ser as causas. Identificou-se com essa descrição? Ou até mesmo já foi a pessoa que sabia que estava vivendo uma mentira, mas ainda assim preferiu continuar nessa história?

Imagino que nesse momento você esteja se questionando o que nos leva a fazer isso. Em resumo, por que aceitamos ser enganados quando amamos. Mesmo que lá no fundo estejamos conscientes que estamos em um relacionamento tóxico que está apenas nos prejudicando.

Para te ajudar a compreender melhor essa situação, trago abaixo alguns motivos que nos levam a assumir literalmente a posição de “cegos, surdos e mudos” quando amamos.

3 Motivos para aceitarmos ser enganados quando amamos

Por que aceitamos ser enganados quando amamos?

Ser enganado ou deixar-se enganar?

  1. Medo da solidão

Pense naquela pessoa que mal termina um relacionamento e já começa outro. Só de pensar na palavra solidão praticamente lhe causa arrepios. A explicação é simples: ela tem medo de ficar sozinha e por isso emenda um namoro no outro.

Quando a ideia de ficar solteiro é assustadora, a pessoa fará qualquer coisa para manter o relacionamento, mesmo que seja fingir acreditar que tudo está correndo bem quando na verdade não está.

Então ela segue vivendo uma mentira até que encontre outra pessoa com quem possa começar outro relacionamento.

  1. Baixa autoestima

Já ouviu aquele verso: “é preciso gostar de você mesmo antes de gostar de outra pessoa”? Pois ele é real. Quem sofre que baixa autoestima costuma desprezar a si mesmo, achar que está feio, que é inferior ao outro, ou que não é bom em nada do que faz.

Costumam inclusive aceitar “migalhas” de atenção. Isso faz com que quando se envolvem com alguém imaturo emocionalmente e acabem por aceitar isso por acreditarem que o outro é perfeito e muito melhor que ele mesmo.

Portanto consideram que suas atitudes, mesmo que estejam erradas e causem magoas, são totalmente aceitáveis. A pessoa que sofre de baixa autoestima sempre acreditará que o problema é ela e não que o outro esteja cometendo uma atitude errada.

  1. Insegurança

“Será que vou conseguir explicar por que não estou mais com ele?” “E se terminar for a decisão errada?” “Ele (a) é muito bom para mim”. Esses são pensamentos comuns de uma pessoa insegura. Ela sempre vai se questionar e vai acabar encontrando mil razões de por que continuar o relacionamento, mesmo que não façam o menor sentido. Se sentir inferior e acreditar que foi um privilégio que a pessoa com quem está no momento o tenha aceitado também são características de quem é inseguro.

Quando alguém tem muita insegurança aceita manter relacionamentos de fachada e ser enganado por acreditar que não terá capacidade de encontrar outra pessoa que a fará realmente feliz.

Ou até mesmo medos bobos como justificar o por quê de estar solteiro novamente. A insegurança ainda pode estar aliada ao medo da solidão e a baixa autoestima, o que justifica ainda mais que a pessoa aceite viver uma mentira.

O Segredo Inusitado Para Despertar Uma Tempestade de Desejo Apaixonado Na Mente do Homem Que Você Ama: (clique aqui para assistir ao vídeo)

Como você pode ver existem várias causas que nos levam a aceitar ser enganados quando amamos. É importante saber identificá-las para assim admitir que o relacionamento que está levando adiante talvez não valha tanto a pena quanto parece.

 


Rate this post

Gostou do artigo? Conte sua história nos comentários: