Dedo podre: por que sempre me apaixono pelos caras errados?

Nunca tivemos nada.Já tivemos algo.Ele é meu namorado.Ele é meu noivo.Ele é meu marido.Ele é meu ex.Continuar.

Muitas pessoas já enfrentaram decepções amorosas ao longo de suas vidas. Não vai aliviar sua dor, mas se estiver passando por esta situação neste momento, saiba que você não é a única pessoa a quebrar a cara.

 

Ficar apaixonado pela “pessoa errada” virou até letra de música de pagode, o que só reforça a ideia de que todos nós nascemos predestinados a nos chatear ao menos uma vez por conta de uma paixão turbulenta.

Mas se você vive numa espiral de infelicidade e se decepciona com todas as pessoas que acaba se relacionando, talvez seja importante parar de culpar as estrelas por sua má sorte no amor e prestar mais atenção em seu próprio comportamento quando passa a se envolver com uma nova pessoa.


É normal que em todo início de relação as pessoas fiquem um pouco cegas, inebriadas pela paixão avassaladora que nos toma só de pensar no novo parceiro. E o problema pode estar exatamente neste período, fazendo com que você perca completamente sua personalidade e seja muito menos criteriosa na hora de avaliar o que lhe faz bem ou mal neste novo ciclo que você insiste em iniciar ou manter.

Aqui temos algumas dicas para você parar de usar a desculpa do “dedo podre” e passar a prestar mais atenção em si mesma antes de se enfiar em uma nova relação frustrante.

Dedo podre por que sempre me apaixono pelos caras errados

O cara errado nunca vai ver você como você realmente é.

4 Dicas para não se apaixonar pelos caras errados

  1. Descubra mais sobre sua própria personalidade

É preciso ter em mente quais são seus verdadeiros gostos e saber qual o seu nível de aceitação para experimentar situações diferentes daquelas que você curte.

Um exemplo: você gosta de música sertaneja e odeia rock, mas começou a sair com um roqueiro. Toparia ir a um show da banda favorita dele sem reclamar? Ao saber esta resposta, você já tem uma ideia sobre o futuro desta relação. A partir de questões como estas, você conseguirá perceber, logo no início do namoro, se ele pode ser o cara certo para você.

  1. Cuidado com os canalhas

Estes são os responsáveis pelos inúmeros corações partidos. se você estiver saindo com um cara extremamente sedutor, que não apresenta nenhuma falha, fique com as anteninhas ligadas. Homens com este perfil costumam esconder seus defeitos com maestria para fazer seus alvos caírem com facilidade em suas presas, mas depois que “enjoam” começam a revelar suas falhas de caráter.

Portanto, em vez de mergulhar de cabeça e ficar perdidamente apaixonada, estude melhor o comportamento de seu parceiro e evite ser mais uma vítima de um mulherengo.

  1. Abra os olhos

Antes de se permitir a iniciar um relacionamento com a primeira pessoa que lhe aparecer na frente, segure a onda e não mergulhe de cabeça. Todas as pessoas têm seus defeitos, mas o ideal é encontrar alguém que não prejudique seu bem-estar por conta de suas características negativas.

  1. Coloque um ponto final neste círculo vicioso

Não se iluda com a possibilidade de que seu novo parceiro possa mudar seu comportamento para melhor ao longo da relação. Se ele é agressivo, infiel ou desonesto, não espere que um pó mágico caia sobre ele e o transforme no príncipe encantado com quem você sempre sonhou. Corte o mal pela raiz, pare de sofrer com este rapaz e passe a investir seu tempo com pessoas que possam lhe proporcionar momentos agradáveis. Já diz o ditado “para todo chinelo velho existe um pé cansado”, portanto não desanime e siga na busca por alguém que lhe complete.

O Segredo Inusitado Para Despertar Uma Tempestade de Desejo Apaixonado Na Mente do Homem Que Você Ama: (clique aqui para assistir ao vídeo)

A partir dessas mudanças na sua vida pessoal você vai passar a ver o amor de um jeito diferente, e então os caras certos vão aparecer!

 


Compartilhe sua história:

  1. Preta

Gostou do artigo? Conte sua história nos comentários: