Como se livrar do ciúme no namoro em 6 passos

Nunca tivemos nada.Já tivemos algo.Ele é meu namorado.Ele é meu noivo.Ele é meu marido.Ele é meu ex.Continuar.

O ciúme pode ser considerado uma das causas mais comuns para desentendimentos em um relacionamento.

Em algumas situações é até normal bater um leve segurança e você sentir certo “ciuminho” do parceiro, o problema é quando as coisas saem do controle e se torna algo possessivo.

Se livrar dos ciúmes, ou ao menos aprender a controla-los nem é algo assim tão difícil. E acredite, fará um bem enorme não apenas para a vida a dois, como também para você.

O Segredo Inusitado Para Despertar Uma Tempestade de Desejo Apaixonado Na Mente do Homem Que Você Ama: (clique aqui para assistir ao vídeo)

Confira agora algumas dicas de como se livrar dos ciúmes no namoro.

Como se livrar do ciúme no namoro em 6 passos

Como se livrar do ciúme no namoro em 6 passos

Não deixe o ciúme dominar a relação

1- Determine limites na relação

Sente com seu parceiro e converse sobre o que vocês consideram aceitável e o que não.

Dessa forma ambos sabem quais são os limites existentes e o que será visto como uma atitude errada.

Ou seja, se você sabe que seu parceiro não gosta você tentará não agir de determinada maneira e o mesmo vale para ele em relação a você.

2- Acredite em seu potencial

Muitas vezes os ciúmes surgem em um relacionamento por você não confiar em si mesma, acreditar que não é bonita o suficiente ou que talvez não seja a melhor para seu namorado.

Tire essas ideias da cabeça e confie em si mesma, se ele aceitou namorar com você é porque existe sentimento.

Trabalhe sua confiança com atitudes simples como elogiar a si mesma – inclusive em pequenas situações – e com pequenas alterações na postura, como evitar ficar encolhida ao se sentar.

3- Não veja seu parceiro como uma posse

Ter alguém a seu lado é diferente de adquirir um carro ou qualquer outro bem material.

Então não se pode ver o parceiro como uma posse, algo que você adquiriu e será seu para sempre.

Pense que seu parceiro deve querer estar a seu lado por se sentir bem e te achar interessante e não por uma obrigação, por medo que você arme uma cena de ciúmes.

4- Trabalhe a confiança

Além de sua autoconfiança é importante também investir na confiança que vocês sentem um no outro.

Estimule o diálogo e procure fazer com que o parceiro se sinta a vontade para falar com você sobre qualquer assunto.

Dessa forma mal entendidos serão evitados e se vocês compartilham tudo o que acontece não há razão para o ciúme dar as caras.

5- Analise o que te faz sentir medo

A insegurança não é a única que leva aos ciúmes, medos – muitas vezes sem motivo – também estão ligados a essa situação.

Esses medos inclusive podem ser reflexos de situações vividas na infância ou até mesmo em relacionamentos anteriores.

Reflita do que você tem medo e acaba usando o ciúme como uma arma de defesa… Será que você tem medo de que ele deixe de amá-la? Ou de ser ridicularizada por uma traição?

Ao identificar o que lhe aflige converse com seu amado sobre isso.

Ele poderá lhe ajudar a ver que seus medos são sem motivos e também se sentirá mais a vontade em lhe dar determinadas explicações ou não adotar certos comportamentos.

6- Aprenda a controlar os impulsos

Uma pessoa ciumenta é naturalmente impulsiva. Ou seja, ela age primeiro e pensa depois.

Se você pretende se livrar dos ciúmes é interessante aprender a controlar atitudes impulsivas, pois você se obrigará a analisar fatos antes de cobrar explicações.

Como resultado poderá acabar percebendo sozinha que não há motivo para sentir ciúmes dele, além de se sentir mais a vontade para investigar o que realmente aconteceu.

O Segredo Inusitado Para Despertar Uma Tempestade de Desejo Apaixonado Na Mente do Homem Que Você Ama: (clique aqui para assistir ao vídeo)

Você acabará resolvendo tudo de cabeça fria e evitará brigas e discussões, pois irá preferir conversar com o parceiro para que ele lhe esclareça as coisas.

Como se livrar do ciúme no namoro em 6 passos

Artigos relacionados:

Gostou do artigo? Conte sua história nos comentários: