Por que o amor platônico não dá certo na realidade?

Nunca tivemos nada.Já tivemos algo.Ele é meu namorado.Ele é meu noivo.Ele é meu marido.Ele é meu ex.Continuar.

Que atire a primeira pedra quem nunca fantasiou uma relação amorosa com alguém impossível, inalcançável, como uma estrela de cinema ou um rockstar?

[sc:calculadora ]

Acredito que não somente as mulheres, mas também os homens tenham nutrido sentimentos pouco católicos por pessoas que estão longe de seus alcances. E isso é a coisa mais natural do mundo.


E o amor platônico é algo que não escapa a ninguém. Essas paixões impossíveis costumam nos acometer na fase da adolescência, quando o tempo parece passar devagar e os amores não correspondidos doem como uma facada no peito. As emoções são mais intensas e pouco maduras nesta fase de nossas vidas.

De acordo com o professor aposentado José Cavalcante de Souza – responsável pela tradução ao português brasileiro de O Banquete, livro escrito por Platão no século IV a.C. – o amor platônico é algo que “quase todo mundo deve sentir em algum momento de sua vida”, disse em entrevista ao UOL.

Enquanto o amor platônico ocorre na nossa adolescência, podemos considerar isso normal. O problema é quando ele nos acompanha ao longo dos anos e o sentimos ainda na fase adulta. Devemos ficar bastante atentos a esta questão, pois nutrir um amor impossível pode nos trazer sofrimentos desnecessários e, em casos mais graves, até a depressão.

Na lista abaixo, aponto alguns aspectos negativos do amor platônico na fase adulta. Veja o tamanho do prejuízo emocional que pode vir a ter caso esteja mergulhada neste mar de incertezas.

 4 Motivos para você não levar adiante um amor platônico

Por que o amor platonico nao da certo na realidade

Para o amor nascer é preciso estar presente.

  1. Você viverá em um mundo irreal

Nutrir uma paixão por uma pessoa que sequer lhe conhece ou, em outros casos, permitir a si mesma apaixonar-se por alguém que nunca lhe deu o menor sinal de retribuição pode fazer você começar a fantasiar situações incabíveis. O problema é quando essas ilusões são transportadas para o mundo real. E quando comenta sobre esse universo fictício com os amigos, acaba se tornando motivo de piada.

  1. Isso pode se transformar em uma doença

O caminho mais certeiro de quem se deixa afetar pelo amor platônico é a depressão, pois há um alto investimento emocional que não trará nenhum tipo de retorno ou compensação por este esforço. E isso lhe trará uma profunda tristeza, provocada única e exclusivamente por você.

  1. Já ouviu falar de erotomania?

É uma doença que faz parte do universo da esquizofrenia. Não pense que estou exagerando, mas quem alimenta o amor platônico em um nível exagerado pode acabar atingindo um estágio esquizofrênico.

A erotomania é definida como um delírio de uma pessoa que acredita cegamente que outra pessoa está perdidamente apaixonada por ela. Mas vai além disso. Quem possui esta síndrome também acredita que a pessoa que estaria supostamente apaixonada por ela dá sinais sutis deste amor irreal.

A maneira de arrumar o cabelo ou o jeito como anda pela rua é entendido pelo doente como um sinal secreto de demonstração de interesse do indivíduo. É algo insano, mas que o portador da erotomania acredita profundamente.

  1. Você pode ter problemas sociais

O amor platônico na fase adulta pode se manifestar em momentos embaraçosos. Apaixonar-se pelo namorado da melhor amiga, pelo marido de sua prima ou por qualquer outro rapaz comprometido com alguém próximo a você são exemplos disso.

Quando isso ocorre a um desgaste muito forte. As partes envolvidas acabam se machucando e você fica sem a amiga e sem o namorado dela.

O Segredo Inusitado Para Despertar Uma Tempestade de Desejo Apaixonado Na Mente do Homem Que Você Ama: (clique aqui para assistir ao vídeo)

 O que fazer? Procurar ajuda de um psicólogo é a melhor saída. Ele fará uma análise sobre seu caso e lhe ajudará a sair dessa situação.

 


3.7/5 - (3 votes)

Compartilhe sua história:

  1. isac

Gostou do artigo? Conte sua história nos comentários: