Relacionamento tira férias? Descubra se é válido dar um tempo no relacionamento

Nunca tivemos nada.Já tivemos algo.Ele é meu namorado.Ele é meu noivo.Ele é meu marido.Ele é meu ex.Continuar.

Relacionamentos passam por várias situações em que o casal precisa ficar longe um do outro…

Viagens de trabalho, visitas a família… O importante é que ambos saibam lidar bem com a distância e fortalecer ainda mais a relação!

Mas e quando o namoro engata logo antes das festas de fim de ano?


Será que o relacionamento tira férias?

Descubra no artigo de hoje como manter a relação mesmo que o casal precise se afastar logo no começo…

Afinal, será que as coisas se mantém normais depois do período de festas?

Relacionamento tira férias? 

Como fazer o tempo valer para os dois

Como fazer o tempo valer para os dois

 

Durante o período afastados 

Por mais que vocês ainda estejam no começo da relação o ideal é manter contato durante o período em que estarão afastados…

Aproveitem as tecnologias e puxem um papo pelo WhatsApp ou até mesmo pelo chat do Facebook!

Não deixe de mandar fotos sobre o que anda fazendo e de ressaltar que está com saudades… E isso vale para ambos!

De vez em quando vocês podem conversar via webcam, para matar as saudades e também poder ver um ao outro…

Cuidado com ciúme e cobranças

Apesar de investir na ideia de conversar todos os dias, todo cuidado é pouco para não tornar a conversa invasiva!

Por exemplo, se você mandou uma foto do que estava fazendo e não obteve uma foto de volta na resposta, não cobre por isso…

Pense que seu namorado (a) pode estar curtindo um momento com a família ou amigos que já foi planejado antes de vocês ficarem juntos!

Outro cuidado a ser tomado é o de não ficar cobrando explicações sobre demora nas respostas ou fotos em que ele é marcado…

Apesar de ser difícil controlar o ciúmes no começo da relação, você vai ter que depositar muita confiança sobre o parceiro!

Lembre-se que ele está a fazer o mesmo em você…

Então, demonstre carinho e saudades, não carência e desespero pela separação!

A volta para casa

Quando vocês voltarem para suas casas é o momento de conversarem e se reencontrarem…

Num primeiro reencontro evite cobrar explicações por algo que ficou mal explicado – uma foto no Facebook por exemplo ou um dia sumido do WhatsApp – aproveite para matar a saudade!

Comente sobre como foi suas festas de fim de ano, mesmo que já tenham conversado sobre isso via mensagens e peça que ele/ela faça o mesmo…

Ressaltem os bons momentos e comente que gostaria de viajar com ele/ela numa próxima ocasião especial!

Esse primeiro reencontro pode acontecer alguns dias depois de vocês terem voltado para casa… Assim ambos tem tempo de se reorganizar a voltar a vida normal!

Resolvam os mal entendidos

Como vocês acabaram de começar a relação e já tiveram que se separar é provável que ainda estão se conhecendo como casal…

Em outras palavras, ainda existem algumas inseguranças em relação ao parceiro… E acredite, essas inseguranças não são apenas suas, mas de vocês dois!

Depois de um primeiro reencontro é hora de sentar e conversar a sério… Mas nada de partir para a briga, apenas comentar algo que lhe incomodou e deixou inseguro (a)!

Por exemplo, se você viu uma foto no Facebook em que ele/ela está com uma garota (o) que você não conhece comente que viu a foto e ficou curiosa (o) sobre quem é…

Dê liberdade para que ele/ela fale abertamente se existiu algo que o (a) deixou inseguro (a)…

Só cuidado para não tornar essa resolução de mal entendidos em uma forma de cobrar explicações…

Caso perceba que o (a) amado (a) está se sentindo acuado(a) e cobrado (a) seja sincera (o) e diga que ficou um pouco insegura com o que viu ou soube a respeito dele (a)!

Não importa qual seja o tempo da relação, a verdade é que relacionamento não tira férias!

O Segredo Inusitado Para Despertar Uma Tempestade de Desejo Apaixonado Na Mente do Homem Que Você Ama: (clique aqui para assistir ao vídeo)

O diálogo e a compreensão são a chave para que tudo dê certo mesmo após um período distantes um do outro…

 


Rate this post

Gostou do artigo? Conte sua história nos comentários: