5 Dicas para encontrar um amor no exterior

Nunca tivemos nada.Já tivemos algo.Ele é meu namorado.Ele é meu noivo.Ele é meu marido.Ele é meu ex.Continuar.

Encontrar um amor que more num país diferente do seu tem muitos pontos positivos e também alguns pontos a se considerar.

[sc:calculadora ]

Apesar de ter aumentado a quantidade de casais que se formam e namoram à distância, diferenças culturais, religiosas e hábitos sociais distintos podem interferir de alguma forma na manutenção desse romance.


Há quem diga que, na Rússia, se um homem descasca uma banana e a oferece para uma mulher, significa que ele está interessado nela. Nos Estados Unidos, é cada vez mais comum para os casais de namorados dividir a conta.

E lá, se uma menina decidir chamar um menino para sair, não há nada errado. Já na Holanda, não é apropriado conversar com estranhos. Nos países de religião muçulmana é preciso ter atenção e cuidado redobrados, pois a liberdade feminina por lá é bastante restrita.

Porém, apesar de existirem certas dificuldades, se existe amor, amizade e respeito, mesmo com as diferenças culturais e a distância, o relacionamento pode se fortalecer até que o casal encontre o momento certo de viver perto. Confira as 5 dicas para encontrar um amor no exterior que separamos para quem quer viver essa experiência.

5 dicas para encontrar um amor no exterior

5 Dicas para encontrar um amor no exterior

O amor encurta qualquer distância!

  1. Confiança acima de tudo

Não é segredo pra ninguém que a confiança é a base de um relacionamento sadio. Mas quando falamos de uma relação que envolve duas pessoas em países diferentes, isso se torna ainda mais relevante.

É importante ser completamente honesta e sincera com o seu paquera estrangeiro. Não tenha vergonha ou medo de dizer o que te agrada e não te agrada e quando o namoro engrenar, conte tudo o que você tem feito no seu dia a dia.

Mas não esqueça de que essa confiança deve ser recíproca. Portanto, faça com que ele se sinta confortável e seguro para falar com você sem receios.

  1. Aprenda o idioma dele

Para conquistar alguém gestos e linguagem corporal são importantes, mas nenhuma paquera se sustenta sem uma boa conversa. Como manter um relacionamento se você não consegue falar com ele?

Se você acha que aprender a língua dele é muito difícil e não se sente preparada para isso, peça que ele a ajude até ganhar mais confiança. Procure ensiná-lo a falar a sua língua também. Não se esqueça de que ele fará parte do seu dia a dia, da sua família e do seu círculo de amigos.

  1. Conheça a cultura dele

Além do idioma, cada país tem costumes que talvez você nunca tenha ouvido falar antes.  Quando duas culturas completamente diferentes convivem debaixo do mesmo teto, a confusão pode ser grande.

Ao longo da relação, certamente vocês irão se deparar com situações que colocarão em cheque não só o casal como o próprio amor.  O truque é manter a mente aberta.

Afinal, se seu namorado consegue encarar uma ou outra novidade tipicamente brasileira por que razão você não se arriscaria a provar algo novo também?

  1. Paquera e preliminares

Começar um relacionamento à distância e com tantas barreiras culturais pode não acontecer exatamente do jeito que você está acostumada. Não se desespere, nem seja muito exigente consigo mesma ou com o outro.

É preciso tempo para que ele entenda como funcionam as coisas no seu coração (e corpo) e, ao mesmo tempo, compreenda todos os esforços  que ele faz para agradá-la como uma enorme demonstração de carinho.

  1. Apresente o seu mundo para ele

Vocês são de mundos diferentes e isso é fato. É muito importante que ambos conheçam o que isso significa, para o bem e para o mal.

O Segredo Inusitado Para Despertar Uma Tempestade de Desejo Apaixonado Na Mente do Homem Que Você Ama: (clique aqui para assistir ao vídeo)

Não mantenha segredos. Faça o possível para que ele se sinta confortável no seu mundo e se sinta parte dele. Estimule seus amigos a entenderem isso também e a respeitar essa sua nova paixão que chega de outro país. Todos os esforços são válidos para que ele se sinta bem ao seu lado.

 


Rate this post

Gostou do artigo? Conte sua história nos comentários: