4 Dicas para evitar que um probleminha vire um problemão

Nunca tivemos nada.Já tivemos algo.Ele é meu namorado.Ele é meu noivo.Ele é meu marido.Ele é meu ex.Continuar.

Seu namorado acabou te magoando involuntariamente e não percebeu. A sua reação instantânea é ficar calada. Ele percebe seu silêncio e logo pergunta: “está tudo bem?”.

4 Dicas para evitar que um probleminha vire um problemao

Fingir que está tudo bem não é a solução.

Para evitar uma discussão, você responde com um “estou bem”, quando, na verdade, o sentimento real é exatamente o oposto.

Agora, imagine que seu namorado possui o poder de ler sua mente. Imagine o tamanho do problema que você terá em sua relação quando ele se der conta de que você não está sendo sincera sobre seus sentimentos.


Pela errônea ideia de que estamos nos protegendo de uma eventual crise na relação, acabamos dizendo que “estamos bem” quando não estamos. O hábito de proferir estas duas palavras em vez de sermos sinceros com nossos parceiros pode fazer com que o tempo de vida do relacionamento seja encurtado. E aqui estão algumas dicas para evitar que isso aconteça:

Como não gerar um problemão no relacionamento em 4 passos

  1. Valorize a comunicação

Embora esta palavra apareça nos momentos de crise, ela deve ser colocada em prática para evitar as futuras dores de cabeça. É importante estabelecer um canal aberto no diálogo entre as partes e dizer o que realmente se passa pela cabeça de cada um. É importante ser honesto com seu namorado e dizer “estou bem” somente quando realmente estiver se sentindo desta maneira.

  1. Não prolongue o problema

Como você quer resolver sua situação embaraçosa quando diz ao seu namorado que “está bem”? Ele não é bobo e perceberá que há algo errado só de ver a mudança em seu semblante, mas você não o alerta sobre os motivos que lhe fizeram ficar triste. Lembre-se que ele não poderá corrigir o problema sendo que sequer sabe qual foi a falha que cometeu. É como ir ao médico com fortes dores no estômago e dizer ao doutor que “está bem”. Como você quer se livrar da dor sem relatar o que está ocorrendo de errado?

  1. Quando quiser ofender, feche a boca

Se você deseja que seu namorado pare de fazer coisas que lhe magoam ou que pare de dizer bobagens que acabam lhe magoando, é de extrema importância que você diga isso a ele. Se não disser a ele que se sente deixada de lado quando estão em uma festa rodeado de amigos, ou que odeia quando chega atrasado aos compromissos, é válido tornar explícito os fatores que lhe fazem sair do sério. Caso contrário, este ciclo jamais será interrompido. Certamente, você sabe a melhor maneira de abordá-lo e fazer com que ambos se sintam melhor dentro desta relação.

  1. Evite a cara de emburrada

Para evitar a terceira guerra mundial, você acaba mudando seu semblante, humor e vontade de estar perto do namorado, e solta o habitual “estou bem”, quando notoriamente não está. É muito mais fácil e prazeroso rir e se divertir com os bons momentos vividos a dois, mas na hora de soltar o verbo quando algo não vai bem a situação fica mais complicada.

Só de pensar no desconforto que causará à relação ao compartilhar os reais sentimentos e no medo de não ser compreendido ao expor seu ponto de vista sobre algo que não lhe agradou, gera um sentimento incômodo. De qualquer modo, é muito melhor dizer algo em vez de se calar. No lugar do “estou bem”, que tal dizer “não estou bem, mas preciso organizar minha mente e meu discurso antes de lhe dizer o que me fez de errado”? Isso pode ajudar a manter seu namoro mais saudável.

O Segredo Inusitado Para Despertar Uma Tempestade de Desejo Apaixonado Na Mente do Homem Que Você Ama: (clique aqui para assistir ao vídeo)

É natural que as pessoas mais velhas, que tiveram experiências amorosas frustrantes, faltem com a sinceridade na hora de revelar seus sentimentos. Mas ao dizer “estou bem” somente quando se sentir desta maneira – e apontar as falhas de seu parceiro quando ele vier a magoá-la – certamente fará com que você e seu namorado passem a confiar muito mais um no outro.

 


2 comentários

  1. Iza
  2. Victor moraes

Gostou do artigo? Conte sua história nos comentários: