5 dicas para conquistar o colega de faculdade

Nunca tivemos nada.Já tivemos algo.Ele é meu namorado.Ele é meu noivo.Ele é meu marido.Ele é meu ex.Continuar.

O interesse por alguém pode surgir em qualquer lugar e a qualquer momento.

Pode ser num local mais propício a paquera, como baladas e barzinhos, os quais as pessoas vão com a intenção de lançar ao menos alguns olhares curiosos.

Mas também pode ocorrer do coração bater mais forte por aquela pessoa que convive com você diariamente, como um colega de trabalho, um amigo ou até mesmo aquele seu colega de faculdade.


Está interessada por um colega da faculdade? É hora de investir na conquista e quem sabe namorar esse carinha que não sai dos seus pensamentos!

5 dicas para conquistar o colega de faculdade

5 dicas para conquistar o colega de faculdade

Será que ele me quer?

1 – Converse mais com ele

Se estamos falando apenas de um colega de faculdade é provável que vocês ainda não sejam amigos, mas sim conhecidos que se cumprimentam durante as aulas e se adicionaram no Facebook por causa do grupo da turma…

Chegou o momento de mudar isso e se aproximar dele. Experimente cumprimenta-lo e continuar a conversa por mais tempo ou até mesmo chama-lo no chat da rede social.

No começo pode até perguntar sobre coisas relacionadas as aulas, pedir ajuda em um trabalho.

Depois pode investir em uma conversa mais casual.

2 – Vá aos eventos de seu curso

Todo curso costuma ter eventos para que os alunos possam socializar com os veteranos ou até mesmo com os próprios colegas de classe.

Que tal começar a frequentar esses eventos?

Inclusive é uma chance para você perguntar a ele nas conversas se ele gosta de ir aos churrascos ou festas!

Mas não se preocupe, se ele for do tipo mais estudioso, provavelmente vai frequentar as palestras e outras situações extra classe.

Aproveite a chance e tente ficar mais próxima dele, perguntando o que ele achou da última festa ou palestra!

3 – Convide-o para um lanche ou barzinho

O intervalo, um horário vago ou até mesmo o fim do dia de aulas pode ser útil para se aproximar mais dele.

Se você está seguindo corretamente a dica anterior, é hora de propor um convite.

Chame-o para comer algo na cantina da faculdade no intervalo das aulas ou até mesmo para ir ao barzinho depois de uma prova.

Assim vocês terão mais liberdade para conversar sobre outros assuntos que não apenas os estudos!

Já conseguiu conversar sobre coisas mais casuais? Foque-se nisso nesse momento fora da sala de aula.

4 – Torne-se amiga dele

A amizade pode te ajudar na hora de conquistar um colega de faculdade.

Procure investir em se tornar amiga dele, mas sempre tomando cuidado para não virar aquela super amiga.

Lembre-se que seu objetivo final é conquista-lo. A ideia aqui é ter a amizade como uma forma a mais de se manter próxima e conhece-lo melhor.

Vocês podem conversar sobre tudo e descobrir mais o que tem em comum.

A dica para evitar virar a melhor amiga e perder as chances de conquista-lo?

Evite assuntos como quantos você ficou na última festa, comentar sobre algum homem bonito e até mesmo paquerar na frente dele.

5 – Mostre seu interesse pela linguagem corporal

Você se tornou mais próxima dele? Em outras palavras, conversam com frequência e parecem ter certo nível de amizade?

Deixe que a linguagem corporal fale por você!

Quando for cumprimenta-lo ao chegar na sala de aula dê um beijo no rosto mais próximo aos lábios ou inclua um abraço ao cumprimento.

Enquanto conversam incline-se em sua direção, como se quisessem ouvi-lo melhor, sorria e demore seu olhar nele enquanto fala – e também enquanto o escuta – e invista nos chamados toques acidentais.

O Segredo Inusitado Para Despertar Uma Tempestade de Desejo Apaixonado Na Mente do Homem Que Você Ama: (clique aqui para assistir ao vídeo)

Ou seja, não tenha medo de segurar o braço ou a mão dele enquanto conversam ou até mesmo se aproximar ao ponto de seus ombros se tocarem quando estiverem num grupo com mais pessoas.

5 dicas para conquistar o colega de faculdade
3.3 (66.67%) 3 votes

Artigos relacionados:

Gostou do artigo? Conte sua história nos comentários: