Fui muito orgulhosa com ele


Nunca tivemos nada.Já tivemos algo.Ele é meu namorado.Ele é meu noivo.Ele é meu marido.Ele é meu ex.Continuar.

Olá Doutor, meu nome é Silvia quero contar a minha situação. Eu e meu namorado tínhamos muitas brigas-bobas, do tipo porque está saindo “tão “arrumado, ficava com ciúmes dos amigos dele, queria mais tempo para mim e com isso só visava o meu lado”“.

Sendo que eu também era muito orgulhosa, algumas situações eu estava errada, mas não dava o braço a torcer e mesmo eu errada ele me pedia desculpas para acabar com a discussão. Com isso, numa dessas brigas, há uma semana e meia atrás, eu não gostei de algo que ele disse e fui embora.

Antes de dormir, liguei para ele e ele disse que não queria mais, pois estava sem “forças” para querer continuar e acreditar que dará certo. Eu como pode perceber já me autoanalisei e vi meus erros e disse que estava disposta a mudar. Mas ele disse que não daria mais e sexta passada após eu ter insistido a falar com ele, ele disse “pode ser que eu veja q estou errado e queira voltar, vamos dar um tempo e ver como as coisas ficam”.

O Segredo Inusitado Para Despertar Uma Tempestade de Desejo Apaixonado Na Mente do Homem Que Você Ama: (clique aqui para assistir ao vídeo)
O Segredo Inusitado Para Despertar Uma Tempestade de Desejo Apaixonado Na Mente do Homem Que Você Ama: (clique aqui para assistir ao vídeo)

Somos da mesma igreja e ontem eu sem perceber mesmo sentei na mesma fileira que quando sai, vi que ele tinha trocado por outro lugar onde não me tinha como vista. Não sei o que está se passando na cabeça dele ou o que ele sente e como fazer para reconquista-lo e fazer ter “força“ novamente.

Silvia vamos ao seu caso,
Olha só é muito normal que tanto o homem ou a mulher que se sinta pressionado por seu parceiro (a) acabe agindo como seu namorado. Essa atitude é normal, é interessante que o casal tenha uma meta em comum e saiba respeitar o comportamento um do outro. Claro que não deve abrir mão e acabar ficando sempre em segundo plano.

Se desejar mesmo reconquistar seu amor, sugiro que reveja seu excesso de possessividade e saiba usa-lo de maneira que não venha comprometer a relação. Seja mais tranquila, passiva e observadora, saiba controlar sua ansiedade em estar vivenciando momentos com seu amado.

De tempo ao tempo, aproxime-se aos poucos seja objetiva e evite falar sobre o ocorrido que causou o afastamento de você enquanto estiver tentando se reaproximar dele. Volte a conversar sobre o assunto depois que estiver 100% segura e ele esteja tranquilo interagindo intensamente com você. Chegue suavemente.

Artigos relacionados:

3 comentários

  1. Iuri Santos Oliveira
  2. Jeniffer
    • Jeniffer

Gostou do artigo? Conte sua história nos comentários: