7 motivos para morar com ele no exterior

Nunca tivemos nada.Já tivemos algo.Ele é meu namorado.Ele é meu noivo.Ele é meu marido.Ele é meu ex.Continuar.

Fazer um intercâmbio e passar um tempo fora do país estudando uma nova língua, se envolvendo com uma nova cultura tem se tornado um sonho cada vez mais comuns, e é uma ótima experiência para vivenciar a dois!

Inclusive para casais que estão juntos há algum tempo isso pode se tornar um motivo de medo e dúvidas por ter que lidar com um relacionamento a distância.

Mas e se você pudesse embarcar nesse sonho junto com seu amor e além de aproveitar o romance adquirir novos conhecimentos e se divertir?!


Fazer um intercâmbio junto com o amado pode ser uma experiência única.

Confira sete motivos para fazer um intercâmbio de estudos com ele.

7 Motivos para morar com ele no exterior

7 motivos para morar com ele no exterior

Romance com o mundo aos seus pés!

1 – Compartilhar bons momentos

Se fazer um intercâmbio estava na lista de sonhos dele, ter a oportunidade de acompanha-lo vai tornar a experiência ainda mais incrível!

Afinal, vocês estarão em contato com novos lugares, novas culturas e até mesmo uma nova língua…

E o melhor de tudo, todos esses bons momentos serão compartilhados juntos, criando um vínculo ainda maior entre o casal!

2 – Fuga da rotina

Sair do país vai exigir toda uma mudança na forma de agir do casal, ou seja, aquela rotina tradicional de vocês será totalmente quebrada…

Então se estavam a procura de algo diferente para a relação, um intercâmbio é uma chance de fugir da rotina ao mesmo tempo em que vocês adquirem conhecimento.

3 – Vocês se conhecem melhor

Caso ainda não morem juntos poderão aproveitar a viagem prolongada – mesmo que a escolha seja por um intercâmbio de um mês – para se conhecer melhor…

Outro país, outra língua, outra rotina… Vocês vivenciarão juntos essa experiência e terão a oportunidade de ver de pertinho como cada um reage a isso.

Quem já divide o mesmo teto também desfruta dessa vantagem, afinal estará fora do dia-a-dia convencional vivido aqui no Brasil…

4 – Crescimento a dois

Não apenas o crescimento profissional, como incrementar o currículo com essa experiência, mas também crescimento pessoal…

O casal estará lidando constantemente com diversas novidades e terá que aprender a lidar com isso juntos, o que contribui para um aumento de afinidades!

Ou seja, o diálogo e a compreensão serão algo que vocês irão trabalhar diariamente durante o intercâmbio.

5 – Lidar com a saudade é mais fácil

Por mais que se opte por um curto período de tempo fora do país, em algum momento a saudade de casa bate.

Saudade da família, da cidade e até mesmo do seu cotidiano.

Ter alguém que você ama a seu lado durante esse momento torna mais fácil lidar com as saudades.

Vocês serão como um porto seguro um para o outro, aquela lembrança muito boa de casa e da família.

6 – Experiências únicas

Dizem que cada intercâmbio gera experiências únicas para o intercambista…

A vantagem de estar a fazer um intercâmbio com seu amor? Vocês viverão essas experiências juntos e terão recordações para levar para a vida toda.

Crescer junto, aprender junto e acima de tudo ficar ainda mais próximo do amado!

7 – Economizar

Essa é uma vantagem comum em qualquer viagem, inclusive aquelas por lazer…

Viajar a dois permite que você economize em serviços como estadia e até mesmo atividades extracurriculares – como os passeios para conhecer a cidade escolhida para viver a experiência.

Afinal, ao escolher fazer um intercâmbio a dois é provável que vocês queiram aproveitar o máximo possível de momentos juntos, a começar pela acomodação.

Gostou da ideia de um intercâmbio a dois?

O Segredo Inusitado Para Despertar Uma Tempestade de Desejo Apaixonado Na Mente do Homem Que Você Ama: (clique aqui para assistir ao vídeo)

Então aproveite para unir adquirir conhecimento com muito romance. Converse com seu amor e optem por cidades com aquele clima romântico como Paris, Nova York ou Buenos Aires.

7 motivos para morar com ele no exterior

Artigos relacionados:

Gostou do artigo? Conte sua história nos comentários: